ALYSSA BUSTAMANTE - Curiosidade pelo mal OS VÍDEOS MAIS BIZARROS DA INTERNET 5 CRIANÇAS DO SHOW DE HORRORES A MALDIÇÃO DA RESIDÊNCIA HILL

Mötley Crüe anuncia turnê de despedida

Vince Neil - Mötley Crüe
 

O Mötley Crüe vai cair na estrada mais uma vez – mas será a última. O vocalista Vince Neil falou às Billboard norte-americana que a banda está planejando uma turnê de despedida, que terá início em março de 2014.

"Vamos dar uma volta ao mundo mais uma vez e terminaremos", Neil disse. "É a hora para fazer isso. Nós estamos saindo do topo. Não queremos ser aquela banda 'ah, eles estão tocando em clubes agora'. Nós ainda lotamos arenas, temos coisas de estádio, coisas assim. Então vamos lá enquanto ainda é algo importante."

A banda também sabe que a vida na estrada tem sido dura com o guitarrista Mick Mars, que não apenas precisou recorrer a uma cirurgia no quadril, mas também sofre de artrite.

Ainda assim, Neil não está dizendo que o Crüe acabou para sempre, explicando que eles poderiam se reunir em cinco ou dez anos, se as outras carreiras não seguirem como eles gostariam. "Não seremos como o Kiss, que faz a turnê da despedida, da despedida, da despedida", disse ele. "Não seria assim. Não vamos dizer adeus e depois tentaremos reunir todo mundo de novo por um tempo."

Ele também contou que novas músicas do Mötley Crüe podem ser lançadas ainda antes de a banda sair em turnê (músicas que irão para a versão cinematográfica da autobiografia da banda, The Dirt, que está em desenvolvimento).

Antes de trilhar essa despedida, o Mötley Crüe se prepara para shows em setembro, em Oklahoma e Miami, antes de voltar para Las Vegas e engatar uma residência de 12 datas no Hard Rock Hotel. Serão shows "acima do padrão, até mesmo para o Mötley", diz Neil.

"O legal de tocar em Vegas é que você pode fazer muito mais, já que não precisa desmontar e montar tudo de novo no dia seguinte", continua ele. "Você pode fazer efeitos que ficarão lá. Então, estamos ansiosos por fazer isso. Você pode chamar isso de o show mais perigoso de todos os tempos – não para a gente, mas perigoso para a plateia. Eu achei que a nossa última residência foi legal, mas aprendemos que podemos fazer muito mais do que fizemos, então, isso é muito, muito acima do nível."

Nenhum comentário:

Postar um comentário