ALYSSA BUSTAMANTE - Curiosidade pelo mal OS VÍDEOS MAIS BIZARROS DA INTERNET 5 CRIANÇAS DO SHOW DE HORRORES A MALDIÇÃO DA RESIDÊNCIA HILL

Muito antes do “Gangnam Style”, K-pop já atraía milhões de fãs



 

Quando um artista de um gênero musical pouco divulgado estoura nas rádios é normal que o público se baseie somente em sua obra para formar uma opinião sobre o estilo.  O fato aconteceu recentemente com o fenômeno do YouTube Psy e seu viciante "Gangnam Style" e muita gente achou que o hit fosse um  pop tradicional ou música coreana. Psy, como muitas outras bandas de sucesso, faz parte do gênero musical conhecido com K-pop.

O estilo surgiu na década de 1990 e denomina as músicas pop da Coreia do Sul que geralmente trazem uma mistura com vários ritmos – R&B, rock e pop bubblegum (mistura de pop e soul). Com músicas dançantes, clipes cheios de coreografias e artistas com um visual superproduzido, o estlilo tem representantes com fama internacional, caso dos grupos Shinee, Girls' Generation, Big Bang, Super Junior, 4Minute, Wonder Girls e 2NE1.

As meninas do Girls' Generation, por exemplo,  atingiram cerca de 100 milhões de visualizações no YouTube com o vídeo de "Gee". Já os meninos do Big Bang alcançaram a marca de mais de 60 milhões de views com "Fantastic Baby". Atualmente, no ranking  "World Albums" da Billboard, a boyband Shinee está em segundo lugar com o disco "Dream Girl: The Misconceptions Of You".

Os grupos de K-pop costumam cantar versos em inglês e em coreano. Um dos motivos dessa questão bilíngue é atingir um número maior de fãs, uma vez que uma das línguas mais faladas no mundo é o inglês e o mercado norte-americano é um dos maiores consumidores de música.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário