ALYSSA BUSTAMANTE - Curiosidade pelo mal OS VÍDEOS MAIS BIZARROS DA INTERNET 5 CRIANÇAS DO SHOW DE HORRORES A MALDIÇÃO DA RESIDÊNCIA HILL

Led Zeppelin se reúne em Londres para lançar filme Celebration Day

Os sessentões Robert Plant, Jimmy Page e John Paul Jones, integrantes da lendária banda Led Zeppelin, se reuniram nesta sexta-feira (21) em Londres para lançar o filme Celebration Day - que resgata o último show do grupo, realizado em 2007 no O2 Arena -, sem deixar claro suas intenções em relação ao futuro.

Em uma rara aparição pública da banda, que perdeu seu baterista John Bonham em 1980, o mesmo ano de sua separação, os três velhos roqueiros aproveitaram a ocasião para falar um pouco sobre o show que reuniu 18 mil pessoas na capital inglesa e que chegará aos cinemas a partir do dia 17 de outubro. Já o DVD chegará às lojas um mês depois, no dia 20 de novembro.

"Abrimos o show com Good Times Bad Times, uma faixa que ninguém teria imaginado", afirmou Page, de 68 anos, que também lembrou que a banda recuperou sua "cumplicidade e intensidade desde os primeiros minutos dos ensaios".

Com o filho do falecido John, Jason Bonham, na bateria, o Led Zeppelin resgatou grande parte de seu clássico repertório em pouco mais de duas horas, desde a complexa Kashmir até a inconfundível Stairway to Heaven, cuja letra ganhou uma infinidade de interpretações desde sua publicação em 1971.

Plant, que virá ao Brasil em outubro para realizar seis shows, também aproveitou a ocasião para comentar o mistério que rodeia essa canção: "Sua musicalidade e sua construção são inigualáveis, mas talvez eu tenha deixado de sentir o mesmo em relação a sua letra com o passar do tempo. Ainda estou tentando entender o que eu estava falando nela", apontou o cantor, que compartilha a autoria da faixa com Page.

No show de 2007, que, de acordo com Plant, reúne as melhores versões ao vivo da história da banda, a faixa Stairway to Heaven foi executada nos minutos finais, quando os três veteranos músicos já tinham suado suas camisas.

A reunificação do grupo foi, na realidade, uma homenagem a Ahmet Ertegun, fundador da Atlantic Records e o responsável pela descoberta do grupo no final dos anos 60.

"Foram seis semanas de ensaio e intensos sentimentos. E, mais uma vez, devemos tudo isso ao bom Ahmet", reconheceu Page durante o lançamento do filme.

Apesar de estarem reunidos, Page, Plant e Paul Jones não quiseram falar a respeito de suas possíveis futuras reuniões. "O que voltarão a fazer?", perguntou uma jornalista na ocasião, enquanto Plant respondeu ironicamente: "Com quem, com você?".

Mesmo sem querer abordar esta questão, os sessentões não descartaram a possibilidade de voltarem a subir em um palco juntos. "Cinco anos são como cinco minutos no tempo do Led Zeppelin", declarou Paul Jones ao falar que o tempo não costuma ser preciso para o grupo.