ALYSSA BUSTAMANTE - Curiosidade pelo mal OS VÍDEOS MAIS BIZARROS DA INTERNET 5 CRIANÇAS DO SHOW DE HORRORES A MALDIÇÃO DA RESIDÊNCIA HILL

Review Show Clan of Xymox



 
Noite de show em São Paulo, após muito tempo sem vir ao país, a banda Clan of Xymox se apresentou no Inferno Clubem um evento organizado pela Dark Dimensions.

Noite de casa cheia, fila grande na porta, bar com balcão completamente ocupado, stand de vendas bastante frequentado, com direito a desfile de roupas da loja Profecias. Sim ainda  havia mais coisa.

Antes do show propriamente esperado, a animação do público ficou sob o comando de dois Djs já conehcidos da noite paulista, Dj Zowie e Langsuyar, tocando sons dos anos 80 preparando uma espécie de aquecimemto para o show que viria a seguir.

Na porta no início da noite a área de fumantes já estava muito ocupada, talvez por pessoas que pretendiam saciar seu vício no momento para que depois pudesse acompanhar a apresentação sem interrupção.

Falando um pouco do desfile da Profecias, alguns rostos já conhecidos da noite entre os modelos como o Dj Freon Heart. Roupas representando as mais variadas vertentes de estilos dentro da noite alternativa, que ainda usou algumas músicas para ajudar a completar certo clima durante a mostra das roupas impecavelmente bem produzidas, cheias de detalhes. No fim todos ao palco sendo aplaudidos e acompanhados por Regina, responsável pela loja.

No momento mais aguardado da noite, sobem ao palco então os integrantes da banda Clan of Xymox, tocaram além de grandes htis da banda, bastante músicas consideradas lado B, coisa pra quem realmente admira o som da banda (até porque se não admirasse não pagariam o preço do ingresso).

O show foi considerados por alguns como apático e frio, sem miaores demonstrações de euforia da banda, ( oque me parece ser comum tendo em vista a origem dos integrantes). Outros me comentaram que algumas músicas soaram diferentes em sua melodia tendo em vista que as integrantes femininas da banda não estavam presentes.

A grande maiorira curtiu muito o show, agitou bastante e em poucos minutos o calor começou a tomar conta do lugar. (sabemos que o Inferno Club não é o maior espaço pra shows que conhecemos, porém é rico na qualidade de bebidas e equipamento que oferece) Notei que em alguns momentos o vocalista reclamou do volume do microfone que foi logo corrigido pela equipe técnica.

Em loco, foi um show ótimo, com uma música sendo executada atrás da outra sem quase nenhum espaço entre elas, o que ajudou a permitir que fossem executadas músicas a mais do que o set tocado normalmente pela banda em outros shows.

O clima de penumbra, muita fumaça artificial e as músicas cantadas no tom de voz que os fãs da banda adoram, ajudaram a criar um clima ao estilo pub europeu de alguma cidade regida pela arquitetura gótica.

No final da noite, era fácil ver nos olhos das pessoas que ninguém se arrependeu de ter perdido uma noite de sono ou ter gastado um pouco a mais para estar no camarote. Realmente uma noite memorável na noite alternativa paulistana. Que venha os próximos shows.